26/02/2018 | 14h49 - Publicado por: Assessoria CRO-PI
CRO/PI retoma fiscalizações no Sul do Estado

O Conselho Regional de Odontologia do Piauí (CRO/PI) retomou o calendário de fiscalizações no sul do Estado na última semana. Entre os dias 29 de janeiro e 1° de fevereiro, os fiscais do Conselho estiveram em dez municípios e vistoriaram mais de 40 consultórios odontológicos. Dentre eles, nove foram interditados.

Em Corrente, o consultório da UBS Irani Lobato Rocha foi interditado, a princípio, devido ao profissional que estava exercendo ilegalmente sua função, uma vez que não possuía registro no Estado. Os fiscais também tomaram conhecimento que a inscrição do profissional no Estado da Bahia está caducada, ou seja, não é válido porque ele não apresentou todos os documentos exigidos pelo Conselho da sua região. Em todos os demais consultórios vistoriados foram encontradas irregularidades.

Dentre as principais estão: auxiliares sem inscrição; ausência do suporte da caixa de perfuro cortante; paredes e tetos com infiltrações; ausência da pia para assepsia.

Em Cristalândia, dois dos três consultórios visitados foram interditados por conta de irregularidades como: ausência de mesa para o dentista; ausência do material de proteção para uso do RX; banheiro dentro do consultório; equipo rasgado; e ausência de lixeira com tampa.

No município de Gilbués, consultórios de duas unidades básicas de saúde também foram interditados. Nas UBS Almerinda Barreira de Macêdo e Sulamita Fonseca Lustosa, os fiscais detectaram auxiliares sem inscrição junto ao CRO/PI; ausência de suporte da caixa perfurocortante; papeis nas janelas, ausência de pia para assepsia; esterilização inadequada; ausência do porta papel e dispensador de sabão; teto e parede com infiltração; mesa de apoio com ferrugem; pontos de cupim do rodapé, dentre outros problemas.

A UBS São Dimas, localizada no município de Monte Alegre, foi interditada pelos fiscais do CRO/PI. No consultório odontológico foram identificadas irregularidades como: auxiliar sem inscrição; porta e janela impróprias; ausência da pia para assepsia, ausência da caixa de suporte de perfurocortante, ausência de lixeiro com tampa e suporte de papel toalha e dispensador de sabão; paredes com cerâmica; equipo rasgado e esterilização inadequada. Diversos problemas também foram encontrados nas UBSs Monte Alegre e Regalo.

Já em Cristino Castro, o Centro Municipal de Saúde Bela Vista e o Centro Municipal de Saúde Bom Jesus da Lapa tiveram seus consultórios odontológicos interditados. Nos centros de saúde, os fiscais constataram a ausência de pia para assepsia; ausência de suporte para papel e dispensador de sabão; ausência do suporte para caixa de perfurocortante; esterilização irregular, entre outras irregularidades.

Em Colônia do Gurgueia, o consultório odontológico do Centro de Saúde de Aliança do Gurgueia foi interditado pela equipe do CRO/PI, que encontrou problemas como: auxiliar sem registro; portas impróprias; paredes e tetos com infiltrações; equipo rasgado; armário com ferrugem e sem vidro; adequar esterilização; ausência de lixeira com tampa.

Em todos os 15 consultórios inspecionados no município de Bom Jesus foram detectadas irregularidades. Os principais problemas encontrados na região pelos fiscais foram: paredes com cerâmica; auxiliares sem inscrição; ausência da caixa e do suporte da caixa perfurocortante; esterilização inadequada; equipo rasgado; presença de cortinas, dentre outros.

Em São Gonçalo, o consultório odontológico da UBS Joana Alves Custódia carecia de esterilização e limpeza, além da ausência de porta papel, iluminação inadequada, dentre outros problemas.

No Centro de Saúde Pedro Benvindo Albuquerque, localizado em Santa Luz, os fiscais verificaram a ausência do material de proteção para uso do RX; ar-condicionado sujo e vedado de forma imprópria; tubulação da pia exposta, dentre outros problemas.

No município de Elizeu Martins, as Unidades Básicas de Saúde Elizeu Martins e Mutirão receberam a visita da equipe de fiscalização do CRO/PI. Nos locais, os fiscais encontraram, dentre outras irregularidades, equipo rasgado e com pontos de ferrugem; ausência do material de proteção para uso do RX; paredes com infiltrações e papeis colados nas paredes.

O presidente do CRO/PI, Leonardo Sá, destaca que para este ano o Conselho tem como meta realizar as fiscalizações em mais municípios e retornar aos locais já vistoriados para verificar se houve reestruturação dos consultórios odontológicos irregulares. “Este ano, seguimos com o nosso objetivo de prezar pela qualidade dos serviços de saúde bucal oferecidos no interior e na capital do nosso Estado, bem como pela valorização da Odontologia”, pontua.

Todos os municípios identificados com irregularidades foram notificados e receberam um prazo de 30 dias para readequação dos consultórios odontológicos.

 

 

ANIVERSARIANTES DO DIA
ADELINO ITALO SOUSA TAVARES
ANDREA NASCIMENTO BRITO COUTO
ANTONIO JOSE PIRES SANTOS
FRANCISCO PEREIRA DA ROCHA
CRO NO INSTAGRAM
CRO NO TWITTER

Rua Desembargador Freitas, 1571 - Centro - Teresina/PI - CEP.: 64000-240

Contato: (86) 3222-8817 / 3221-5469

Email:  cropi@cropi.org.br

Conselho Regional de Odontologia do Piauí

Horário de Atendimento
Segunda à Sexta
08h00 às 17h30