26/02/2018 | 14h49 - Publicado por: Assessoria CRO-PI
CRO/PI retoma fiscalizações no Sul do Estado

O Conselho Regional de Odontologia do Piauí (CRO/PI) retomou o calendário de fiscalizações no sul do Estado na última semana. Entre os dias 29 de janeiro e 1° de fevereiro, os fiscais do Conselho estiveram em dez municípios e vistoriaram mais de 40 consultórios odontológicos. Dentre eles, nove foram interditados.

Em Corrente, o consultório da UBS Irani Lobato Rocha foi interditado, a princípio, devido ao profissional que estava exercendo ilegalmente sua função, uma vez que não possuía registro no Estado. Os fiscais também tomaram conhecimento que a inscrição do profissional no Estado da Bahia está caducada, ou seja, não é válido porque ele não apresentou todos os documentos exigidos pelo Conselho da sua região. Em todos os demais consultórios vistoriados foram encontradas irregularidades.

Dentre as principais estão: auxiliares sem inscrição; ausência do suporte da caixa de perfuro cortante; paredes e tetos com infiltrações; ausência da pia para assepsia.

Em Cristalândia, dois dos três consultórios visitados foram interditados por conta de irregularidades como: ausência de mesa para o dentista; ausência do material de proteção para uso do RX; banheiro dentro do consultório; equipo rasgado; e ausência de lixeira com tampa.

No município de Gilbués, consultórios de duas unidades básicas de saúde também foram interditados. Nas UBS Almerinda Barreira de Macêdo e Sulamita Fonseca Lustosa, os fiscais detectaram auxiliares sem inscrição junto ao CRO/PI; ausência de suporte da caixa perfurocortante; papeis nas janelas, ausência de pia para assepsia; esterilização inadequada; ausência do porta papel e dispensador de sabão; teto e parede com infiltração; mesa de apoio com ferrugem; pontos de cupim do rodapé, dentre outros problemas.

A UBS São Dimas, localizada no município de Monte Alegre, foi interditada pelos fiscais do CRO/PI. No consultório odontológico foram identificadas irregularidades como: auxiliar sem inscrição; porta e janela impróprias; ausência da pia para assepsia, ausência da caixa de suporte de perfurocortante, ausência de lixeiro com tampa e suporte de papel toalha e dispensador de sabão; paredes com cerâmica; equipo rasgado e esterilização inadequada. Diversos problemas também foram encontrados nas UBSs Monte Alegre e Regalo.

Já em Cristino Castro, o Centro Municipal de Saúde Bela Vista e o Centro Municipal de Saúde Bom Jesus da Lapa tiveram seus consultórios odontológicos interditados. Nos centros de saúde, os fiscais constataram a ausência de pia para assepsia; ausência de suporte para papel e dispensador de sabão; ausência do suporte para caixa de perfurocortante; esterilização irregular, entre outras irregularidades.

Em Colônia do Gurgueia, o consultório odontológico do Centro de Saúde de Aliança do Gurgueia foi interditado pela equipe do CRO/PI, que encontrou problemas como: auxiliar sem registro; portas impróprias; paredes e tetos com infiltrações; equipo rasgado; armário com ferrugem e sem vidro; adequar esterilização; ausência de lixeira com tampa.

Em todos os 15 consultórios inspecionados no município de Bom Jesus foram detectadas irregularidades. Os principais problemas encontrados na região pelos fiscais foram: paredes com cerâmica; auxiliares sem inscrição; ausência da caixa e do suporte da caixa perfurocortante; esterilização inadequada; equipo rasgado; presença de cortinas, dentre outros.

Em São Gonçalo, o consultório odontológico da UBS Joana Alves Custódia carecia de esterilização e limpeza, além da ausência de porta papel, iluminação inadequada, dentre outros problemas.

No Centro de Saúde Pedro Benvindo Albuquerque, localizado em Santa Luz, os fiscais verificaram a ausência do material de proteção para uso do RX; ar-condicionado sujo e vedado de forma imprópria; tubulação da pia exposta, dentre outros problemas.

No município de Elizeu Martins, as Unidades Básicas de Saúde Elizeu Martins e Mutirão receberam a visita da equipe de fiscalização do CRO/PI. Nos locais, os fiscais encontraram, dentre outras irregularidades, equipo rasgado e com pontos de ferrugem; ausência do material de proteção para uso do RX; paredes com infiltrações e papeis colados nas paredes.

O presidente do CRO/PI, Leonardo Sá, destaca que para este ano o Conselho tem como meta realizar as fiscalizações em mais municípios e retornar aos locais já vistoriados para verificar se houve reestruturação dos consultórios odontológicos irregulares. “Este ano, seguimos com o nosso objetivo de prezar pela qualidade dos serviços de saúde bucal oferecidos no interior e na capital do nosso Estado, bem como pela valorização da Odontologia”, pontua.

Todos os municípios identificados com irregularidades foram notificados e receberam um prazo de 30 dias para readequação dos consultórios odontológicos.

 

 

ANIVERSARIANTES DO DIA
ANDRADE JOSE LOPES DE SOUSA E SILVA
ELAYNNE MIRANDA E SILVA
JOYCE BARROS DANTAS SANTOS E SILVA
KELLE MARIA ALBINO DE OLIVEIRA
CRO NO INSTAGRAM
CRO NO TWITTER

Rua Desembargador Freitas, 1571 - Centro - Teresina/PI - CEP.: 64000-240

Contato: (86) 3222-8817 / 3221-5469

Email:  cropi@cropi.org.br

Conselho Regional de Odontologia do Piauí

Horário de Atendimento
Segunda à Sexta
08h00 às 17h30